Destaques

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

FORMAÇÂO

Viramos escravos da própria carreira?

Com tantos sonhos e ambições, tornamo-nos escravos da própria carreira

“Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas”. No texto ‘Felicidade Realista’, de Martha Medeiros, encontra-se a frase citada acima, que traz um questionamento referente ao estilo de vida que adotamos e as metas que buscamos alcançar ao longo da carreira profissional.



O trabalho, o cotidiano rotineiro têm tirado os prazeres básicos que tanto almejamos, como ganhar o suficiente para pagar as despesas, poder se divertir aos fins de semana e desfrutar de momentos felizes com a família. O simples passou a ser pouco, buscamos o extraordinário e, por mais que o alcancemos, não nos damos conta e continuemos a buscar, buscar, buscar…

Frases de São Vicente de Paulo


"É entre os pobres, é no meio desse povo que se conserva a verdadeira religião, uma fé viva. Eles crêem simplesmente. É deles que aprendemos o verdadeiro amor". 

YOUCAT: Catecismo Jovem #Pobres

Os cristãos devem demonstrar o amor aos pobres e este deve ser uma marca dos cristãos e este amor não se expressa em das algumas esmolas, devemos lutar pelo direito a justiça que os pobres possuem. “Além do mais, os cristãos têm o dever de partilhar os seus bens, Cristo é o modelo do amor aos pobres.” [YouCat, 449] São João Crisóstomo nos deixa uma mensagem que devemos refletir “Não deixar os pobres participarem dos nossos bens significa roubá-los e tirar-lhes a vida, Não são os nossos bens que possuímos mas os deles.”

Devemos compreender que não existe somente a pobreza material, o Papa Francisco afirma isto “Mas há ainda outra pobreza: é a pobreza espiritual dos nossos dias, que afeta gravemente também os países considerados mais ricos.” [Papa Francisco em Encontro com o Corpo Diplomático acreditado junto da Santa Sé, 22 de Março de 2013] Devemos lutar por todos os pobres devemos nos dedicar ao amor ao próximo e aos menos favorecidos, “Muito podemos nós fazer pelo bem de quem é mais pobre, de quem é frágil e de quem sofre, para favorecer a justiça, promover a reconciliação, construir a paz.” [Papa Francisco, Encontro com os Representantes das Igrejas e Comunidades Eclesiais, e das Várias Religiões, 20 de Março de 2013], este é um ensinamento que vem do próprio Cristo, quando no Sermão da Montanha diz “Bem-aventurados s pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus!” (Mt 5,3)

É um convite que a Igreja nos faz neste tempo em que vivemos de tanta desigualdade social que a Igreja acolha o pobre, o próprio Papa Francisco expressou isso “Ah, como eu queria uma Igreja pobre e para os pobres!” [Papa Francisco, Encontro com os Representantes dos Meios de Comunicação Social, 16 de Março de 2013] que atendamos ao pedido de Jesus Cristo quando afirmou “Quantas vezes o fizestes a um dos meus irmãos pequeninos, a Mim o fizestes.” [Mt 25,40)

LECTIO DIVINA

Leitura: Mateus 25,1-13
Naquele tempo, disse Jesus, a seus discípulos, esta parábola: ’O Reino dos Céus é como a história das dez jovens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo. Cinco delas eram imprevidentes, e as outras cinco eram previdentes. As imprevidentes pegaram as suas lâmpadas, mas não levaram óleo consigo. As previdentes, porém, levaram vasilhas com óleo junto com as lâmpadas. O noivo estava demorando e todas elas acabaram cochilando e dormindo. No meio da noite, ouviu-se um grito: `O noivo está chegando. Ide ao seu encontro!’ Então as dez jovens se levantaram e prepararam as lâmpadas. As imprevidentes disseram às previdentes: `Dai-nos um pouco de óleo, porque nossas lâmpadas estão se apagando.’ As previdentes responderam: `De modo nenhum, porque o óleo pode ser insuficiente para nós e para vós. É melhor irdes comprar aos vendedores’. Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou, e as que estavam preparadas entraram com ele para a festa de casamento. E a porta se fechou. Por fim, chegaram também as outras jovens e disseram: `Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!’ Ele, porém, respondeu: `Em verdade eu vos digo: Não vos conheço!’ Portanto, ficai vigiando, pois não sabeis qual será o dia, nem a hora.

"O serviço dos pobres acima de tudo" - Carta raríssima de São Vicente de Paulo


Não temos de avaliar os pobres por suas roupas e aspecto, nem pelos dotes de espírito que pareçam ter. Com frequência são ignorantes e curtos de inteligência. Mas muito pelo contrário, se considerardes os pobres à luz da fé, então percebereis que estão no lugar do Filho de Deus que escolheu ser pobre. De fato, em seu sofrimento, embora quase perdesse a aparência humana - loucura para os gentios, escândalo para os judeus - apresentou-se, no entanto, como evangelizador dos pobres: Enviou-me para evangelizar os pobres (Lc 4,18). Devemos ter os mesmos sentimentos de Cristo e imitar aquilo que ele fez: ter cuidado pelos indigentes, consolá-los, auxiliá-los, dar-lhes valor. 



Com efeito, Cristo quis nascer pobre, escolheu pobres para seus discípulos, fez-se servo dos pobres e de tal forma quis participar da condição deles, que declarou ser feito ou dito a ele mesmo tudo quanto de bom ou de mau se fizesse ou dissesse aos pobres. Deus ama os pobres, também ama aqueles que os amam. Quando alguém tem um amigo, inclui na mesma estima aqueles que demonstraram amizade ou prestam obséquio ao amigo. Por isso esperamos que, graças aos pobres, sejamos amados por Deus. Visitando-os, pois, esforcemo-nos por entender os pobres e os indigentes e, compadecendo-nos deles, cheguemos ao ponto de poder dizer com o Apóstolo: Fiz-me tudo para todos (1Cor 9,22). POr este motivo, se é nossa intenção termos o coração sensível às necessidades e misérias do próximo, supliquemos a Deus que derrame em nós o sentimento de misericórdia e de compaixão, cumulando com ele nossos corações e guardando-os repletos.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

#Movimento comente mais


Quantas vezes você visita um blog, lê um post interessante, a mão coça para comentar, mas sai sem deixar nenhum comentário? Confessamos que fazemos isso diversas vezes nos blogs em que acompanhamos.
Assim como nós do blog Vicentinos do Asfalto, sabemos que os nossos leitores fazem a mesma coisa e isso é um hábito ruim. Tudo que um blogueiro quer, é um retorno sobre o que ele está escrevendo, mesmo que seja para crítica, sugestão ou só para trocar uma ideia.

O movimento é para conscientizar todas nós (isso nós inclui) da importância de deixar um comentário quando visitamos um blog, porque é através dos comentários que a interação acontece, as ideias surgem e com isso vamos melhorando o conteúdo, sempre!

YOUCAT #Amar sem medida


No processo do Cristianismo amar é dispor de si para o outro, é um exercício que está atrelado à imitação de Cristo, isto é, em nos assemelharmos à toda sua capacidade de amar sem reservas. Esta imitação, nem sempre é fácil, e só se torna possível à medida que caminhamos sinalizados pela a humildade. Para nos fazer entender esse caminho, tomo emprestado o olhar de um grande santo e doutor da Igreja, São Gregório, que sabiamente nos dizia que a “humildade é uma descida rumo às alturas do Amor.” De fato, é através do movimento destas duas virtudes que o Verbo se revela e visita nossa humanidade, tornando-nos capazes de amar. Capacidade singular que impulsiona o homem o tempo todo a contemplar o horizonte da alteridade no rosto e no coração do seu próximo. Portanto, cabe ao ser humano imitar a pessoa de Jesus Cristo em gestos e palavras como nos relata o Papa Francisco: “O discípulo sabe oferecer a vida inteira e jogá-la até ao martírio como testemunho de Jesus Cristo.” (Evangelii Gaudium, n. 24).

Frases de São Vicente de Paulo


“O Filho de Deus veio para evangelizar os Pobres; e nós não fomos também mandado para o mesmo fim? Sim, os missionários são enviados para evangelizar os Pobres. Oh! Que felicidade cumprir na terra a mesma missão de Nosso Senhor, que foi ensinar o caminho do céu aos Pobres!”

João Elias Fernandes
Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

LECTIO DIVINA

Vigiai! 
Evangelho   -   Mt 24,42-51
Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: 42 Ficai atentos! porque não sabeis em que dia virá o Senhor. 43 Compreendei bem isso: se o dono da casa soubesse a que horas viria o ladrão, certamente vigiaria e não deixaria que a sua casa fosse arrombada. 44 Por isso, também vós ficai preparados! Porque na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá. 45 Qual é o empregado fiel e  prudente, que o senhor colocou como responsável pelos demais empregados, para lhes dar alimento na hora certa? 46 Feliz o empregado, cujo senhor o encontrar agindo assim, quando voltar. 47 Em verdade vos digo, ele lhe confiará a administração de todos os seus bens. 48 Mas, se o empregado mau pensar: ‘Meu senhor está demorando’, 49 e começar a bater nos companheiros, a comer e a beber com os bêbados; 50 então o senhor desse empregado virá no dia em que ele não espera, e na hora que ele não sabe. 51 Ele o partirá ao meio e lhe imporá a sorte dos hipócritas. Ali haverá choro e ranger de dentes.

O ponto negro


Certo professor entrou na sala de aula.
Disse aos alunos para se prepararem para uma prova relâmpago. 
Todos ficaram assustados.
O professor, como de costume, entregou a prova virada para baixo. 
Quando puderam ver, para surpresa de todos, não havia uma só pergunta.
Havia apenas um ponto negro no meio da folha.
O professor, analisando a expressão surpresa de todos, disse:
Agora vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo.
Os alunos confusos começaram a difícil tarefa.
Terminado o tempo, o professor recolheu as folhas...
Colocou-se em frente à turma e começou a ler as redações em voz alta.

Todas, sem exceção, definiram o ponto negro...
Tentando dar explicações por sua presença no centro da folha.
Após ler todas, a sala em silêncio, ele disse:
Esse teste não será para nota, apenas serve de lição.
Ninguém falou sobre a folha em branco.
Todos centralizaram suas atenções no ponto negro.
Assim acontece em nossas vidas.
Temos uma folha em branco inteira para observar, aproveitar...
Mas, sempre nos centralizamos nos pontos negros.
A vida é um presente de DEUS...
Dado a cada um de nós com extremo carinho e cuidado.
Temos motivos pra comemorar sempre.
A natureza que se renova.
Os amigos que se fazem presentes...
O emprego que nos dá sustento...
Os milagres que diariamente presenciamos.



No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto negro.
O problema de saúde que nos preocupa...
A falta de dinheiro...
O relacionamento difícil com um familiar...
A decepção com as pessoas.
Os pontos negros são mínimos...
Comparando com tudo aquilo que recebemos diariamente.
Mas, são eles que povoam nossa mente.
Pense nisso: Tire os olhos dos pontos negros da sua vida!
Aproveite cada bênção, cada momento que Deus lhe dá.
tranqüilize-se e seja feliz...

Para nossa reflexão!

Fonte:Texto recebido pelo whatsApp - Autor desconhecido 

Clarissa Paiva
jornalista, 33 anos. 
Durante 27 foi membro ativo da 
Juventude Mariana Vicentina.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Estamos no #Instagram


Você que já curte o blog Vicentinos do Asfalto, sigam também a nossa página no instagram: instagram.com/vicentinosdoasfalto

João Elias Fernandes

Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

LECTIO DIVINA

Qual a sua medida? – MT 23,27-32
“Naquele tempo, disse Jesus: Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós sois como sepulcros caiados: por fora parecem belos, mas por dentro estão cheios de ossos de mortos e de toda podridão! Assim também vós: por fora, pareceis justos diante dos outros, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e injustiça. Aí de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós construís sepulcros para os profetas e enfeitais os túmulos dos justos, e dizeis: ‘Se tivéssemos vivido no tempo de nossos pais, não teríamos sido cúmplices da morte dos profetas’. Com isso, confessais que sois filhos daqueles que mataram os profetas. Completai, pois, a medida de vossos pais!’

YOUCAT: Catecismo Jovem #Individualismo

YOUCAT 321 - Um cristão pode ser individualista?

A vocação da humanidade consiste em manifestar a imagem de Deus e ser transformada à imagem do Filho único do Pai. Esta vocação implica uma dimensão pessoal, pois cada um é chamado a entrar na bem-aventurança divina; mas concerne também ao conjunto da comunidade divina. [CIC 1877]

"Sabemos que Deus deseja a felicidade dos seus filhos também nesta terra, embora estejam chamados à plenitude eterna, porque Ele criou todas as coisas 'para nosso usufruto' (1 Tm 6, 17), para que todos possam usufruir delas. Por isso, a conversão cristã exige rever 'especialmente tudo o que diz respeito à ordem social e consecução do bem comum'". (Evangelii Gaudium, n. 182)

A solidariedade é também uma verdadeira e própria virtude moral, não "um sentimento de compaixão vaga ou de enternecimento superficial pelos males sofridos por tantas pessoas próximas ou distantes. Pelo contrário, é a determinação firme e perseverante de se empenhar pelo bem comum; ou seja, pelo bem de todos e de cada um, porque todos nós somos verdadeiramente responsáveis por todos". A solidariedade eleva-se ao grau de virtude social fundamental, pois se coloca na dimensão da justiça, virtude orientada por excelência para o bem comum, e na "aplicação em prol do bem do próximo, com a disponibilidade, em sentido evangélico, para 'perder-se' em benefício do próximo em vez de o explorar, e para 'servi-lo' em vez de o oprimir para proveito próprio" [418 - 419 DSI].

João Elias Fernandes

Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

Claro que da para sorrir, sempre!



O sofrimento pode NÃO existir.
Ele é algo que aprendemos a sentir dentro de uma situação
que contraria a nossa vontade. 

A situação existe, mas sofrer dentro dela pode ser escolha nossa. 

Finanças: 

Se o dinheiro está "curto"... Sorria! 
O sorriso atrai a prosperidade. 

Família: 

Se estiver havendo conflitos... Sorria! 
O sorriso dissolve as energias pesadas. 

Trabalho: 

Se o progresso parece lento... Sorria! 
O sorriso abre portas para novas possibilidades. 

Amigos: 

Se alguns o desapontaram... Sorria! 
O sorriso é um imã para novas amizades. 

Saúde: 

Se não está bem... Sorria! 
O sorriso fortalece as defesas do corpo. 

Idade: 

Se ela o preocupa... Sorria! 
O sorriso emite a luz da jovialidade. 

Solidão: 

Se ela aparecer... Sorria! 
O sorriso conquista boas companhias. 

Amor: 

Se você está sem nenhum... Sorria! 
O sorriso nos torna mais atraentes. 

Há momentos na vida em que realmente não dá para sorrir. 

Nesses momentos sorria para Deus: 
Ele há de retribuir o seu sorriso!!

terça-feira, 25 de agosto de 2015

LECTIO DIVINA

Primeiro por dentro (Mt 23, 23-16)
“Naquele tempo, disse Jesus:
- Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas!
Vós pagais o dízimo da hortelã, da erva-doce e do cominho,
e deixais de lado os ensinamentos mais importantes da Lei,
como a justiça, a misericórdia e a fidelidade.
Vós deveríeis praticar isto, sem contudo deixar aquilo.
Guias cegos!
Vós filtrais o mosquito, mas engolis o camelo.
Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas!
Vós limpais o copo e o prato por fora,
mas, por dentro, estais cheios de roubo e cobiça.
Fariseu cego!
Limpa primeiro o copo por dentro,
para que também por fora fique limpo.”

O Evangelho de hoje é a continuação do de ontem, de modo que a nossa reflexão também é uma continuidade da de ontem. Um dos meios através dos quais tornamos a nossa religião superficial e unilateral é o formalismo religioso, que faz com que sejamos capazes de cumprir até mesmo os menores preceitos, mas tiram da nossa vida o mais importante que são os ensinamentos fundamentais para a nossa vida como a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Ser verdadeiramente cristão significa ser capaz de viver os valores do Reino e não simplesmente o cumprimento de rituais e a capacidade de falar coisas bonitas e poéticas a respeito de Deus.

Fonte: Liturgia Diária CNBB

João Elias Fernandes

Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

As pessoas mais felizes


As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram, para aqueles que se machucam, para aqueles que buscam e tentam sempre e para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas.
Ninguém jamais foi honrado pelo que recebeu. A honra é a recompensa pelo que se deu.
Mostre-me um homem que não se importa em realizar coisas pequenas e eu lhe , mostrarei um homem a que não se pode confiar grandes realizações;
Um homem não está acabado quando enfrenta uma derrota ou uma falência. Ele está acabado quando desiste, mas lembre-se que a personalidade tem o poder de abrir as portas, mas é o caráter que as mantém abertas.

Autor desconhecido


João Elias Fernandes

Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

JMV até o Fim!

Vendo a postagem do nosso irmão mariano Suerllen Marinho em seu Facebook, que que tem como legenda: ''Admirando cada partilha, cada depoimento, cada desabafo, dessa geração de ouro da JMV!"
Me fez voltar no tempo, voltei ao passado, mais ou menos 7 anos, para lembrar do dia em que fui "convidado" junto com o meu grande irmão e parceiro Nivan Lourenço, para participar de um grupo de Jovens, grupo esse que já conhecia, pois a família já cultivava forte raízes. 

No nosso caso não fomos convidados a capela por um anjo, que aparentava ser uma criança de 5 anos de idade, assim como foi em 1830 com Catarina (Santa Catarina) , mas sim, por Amanda Larisse e Erlânia Hélen, Grandes amigas dos tempos de CEJA e principalmente do 3ºRão, a elas deixo aqui o meu agradecimento. 

A partir dali, tudo mudou, vivi experiencias maravilhosas junto com uma geração que também poderia se intitular de "geração de ouro", que contava com jovens como Victor Leonardo, Georgia Nara (que hoje junto com a princesa Giovanna, formam uma linda família),Henrique Monteiro (Pedro), Robson Jonas, Heloísa Caiana, Amanda, Erlânia, Nivan, Dayriel Araújo, Bruna Raíssa, Ailton Araújo, Alberto Araujo, Genildo, George Martins, Cristina Cavalcante, José Rogério Carol Fernandes, Bruno Rhistchelly (um irmão que a JMV me deu), Paulo Roberto.... Entre outros vários Jovens (não da para citar todos), que fizeram e fazem parte ate hoje, dessa grande família...

Frases de São Vicente de Paulo


 “Grande motivo para louvar a Deus, meus irmãos, e agradecer-lhe sem cessar por esta graça. Certamente, é muito louvável que um missionário tenha e conserve o desejo de ir às missões, de assistir o pobre povo como o faria nosso Senhor, se ainda estivesse na terra e, finalmente dirigir sua intenção para viver e morrer neste santo exercício”.

João Elias Fernandes
Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

LECTIO DIVINA

Evangelho – Jo 1,45-51
Filipe encontrou-se com Natanael e lhe disse: “Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei, e também os profetas: Jesus de Nazaré, o filho de José”. 46Natanael disse: “De Nazaré pode sair coisa boa?” Filipe respondeu: “Vem ver!” 47Jesus viu Natanael que vinha para ele e comentou: “Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade”. 48Natanael perguntou: “De onde me conheces?” Jesus respondeu: “Antes que Filipe te chamasse, enquanto estavas debaixo da figueira, eu te vi”. 49Natanael respondeu: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel”. 50Jesus disse: “Tu crês porque te disse: Eu te vi debaixo da figueira? Coisas maiores que esta verás!” 51E Jesus continuou:  “Em verdade, em verdade, eu vos digo: Vereis o céu aberto  e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem”.
sao-bartolomeu
Segundo o evangelho Bartolomeu ou Natanael foi um dos primeiros discípulos de Jesus e dele vem a expressão: “De Nazaré pode vir alguma coisa boa?” Mas também o testemunho de uma adesão a Jesus que irá até o Martírio.
O Evangelho nos convida a sair de nossas preocupações, desconfianças, pré conceitos e ousar a dar um passo a mais para o encontro pessoal com Jesus, assim como fez Natanael, a princípio desconfiou, mas logo que se permitiu experimentar da escuta daquelas palavras, da presença de Jesus ele então pode dizer sobre algo verdadeiro, sem intervenções de vozes alheias que por vezes nos fazem cegos, surdos e insensíveis ao próximo.
Minha vida testemunha Jesus?
Minhas ações testemunham o reino que já aqui o construímos?

A Profissão de fé de Natanael é maravilhosa, ele descobre pelas palavras de Jesus que Ele é o Mestre, o Filho de Deus e fica conquistado.
Como Cristão sentes a mesma fé e o mesmo dinamismo de entrega?
Sentes que Jesus é o teu Senhor, e sentes a alegria de ser apóstolo?
Senhor permita-nos esta capacidade de reconhecer o teu Chamado por meio do testemunho de Natanael e inspira-nos as nossas ações, reações para assim sermos verdadeiros e autênticos discípulos teus. Conquista -nos Senhor.
Mãezinha roga por nós teus filhos a graça da sabedoria e o dom da constante oração, para saber reconhecer Aquele que nos Chama.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo como era no princípio agora e sempre. Amém.

Sirlene das Graças - Lectionautas do Brasil

João Elias Fernandes
Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

sábado, 22 de agosto de 2015

SE FOR PARA AMAR QUE SEJA DE VERDADE

Algumas mulheres acusam os homens de insensíveis, incapazes de se entregar por inteiro numa relação a dois. Dizem até que as mulheres amam e os homens se amam. Levando em conta a capacidade que todo ser humano tem de amar e ser amado, não podemos nos esquecer de que somos aquilo que aprendemos a ser. Diferente dos homens, as mulheres aprenderam, desde o berço, a não terem medo de demonstrar seu amor. Foram até estimuladas a sentir medo e expressar suas emoções sem receio. Sem querer ser pessimista, penso que o processo de educar um homem, muitas vezes, o torna insensível à necessidade de demonstrar que ama alguém.

Frases de São Vicente de Paulo


"Quando Deus chama alguém à uma Companhia, dá-lhes as graças necessárias: tanto as do corpo, como as do espírito."

João Elias Fernandes
Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

LECTIO DIVINA

 Lc 1,26-38
Naquele tempo: 26 O anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, 27 a uma virgem, prometida em casamentoa um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da virgem era Maria 28 O anjo entrou onde ela estava e disse: ‘Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!’ 29 Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. 30 O anjo, então, disse-lhe: ‘Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31 Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32 Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33 Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó,e o seu reino não terá fim’. 34 Maria perguntou ao anjo: ‘Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?’ 35 O anjo respondeu: ‘O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altissimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36 Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37 porque para Deus nada é impossível’. 38 Maria, então, disse: ‘Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!’ E o anjo retirou-se.
Oração: O planos de Deus

“O anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José.” (Lc 1, 26-27)
A lógica de Deus não é mesmo a nossa lógica! Deus se faz homem para estar no meio de nós. Ele escolhe uma cidade, Galiléia, também conhecida como Nazaré e escolhe uma família: uma virgem – Maria – e o seu noivo – José. Deus pode acompanhar a nossa história, mas para Ele não basta. Ele quis viver cada etapa do desenvolvimento humano, sentir as tristezas e as alegrias, os fracassos e as vitórias do dia-a-dia, assim como nós sentimos e vivemos. Deus tornou-se homem e igualou-se em tudo menos no pecado.
Deus é Deus, porém Ele desejou e deseja que façamos parte da construção do seu Reino.Através do Anjo Gabriel Ele faz o convite: ‘Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus.” Deus contou com a disponibilidade de Maria em abrir-se à novidade: gerar em seu ventre o “Salvador”. Será que Maria teve dúvidas? Será que teve medo? O anjo se adianta: “Não tenhas medo.” E depois reforçou: “ porque para Deus nada é impossível”.
Assim como foi com Maria, Deus também nos convida a cada dia abrir-nos à novidade; a arriscar a vida a favor da construção do Reino. Num mundo de tantas injustiças, tanta cobiça, tanta violência, tanto desamor e individualidade nos ambientes familiares, no trabalho, nos espaços educativos, nas ruas, como agir? Como viver?
Que possamos inserir-nos nessa passagem e ouvir o que o anjo nos diz.
Qual é a novidade que ele me apresenta?
Qual é a minha resposta?
Deixar que o anjo, através de Deus, nos aponte como tudo ocorrerá.
Confiar: crer que PARA DEUS NADA É IMPOSSÍVEL.
Que o Espírito Santo nos guie neste diálogo. Amém.

Norma Parreiras - Lectionautas do Brasil

João Elias Fernandes
Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

LECTIO DIVINA

Leitura: Mateus 22,34-40
Os fariseus se reuniram quando souberam que Jesus tinha feito os saduceus calarem a boca. E um deles, que era mestre da Lei, querendo conseguir alguma prova contra Jesus, perguntou:- Mestre, qual é o mais importante de todos os mandamentos da Lei?Jesus respondeu:- “Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma e toda a mente.” Este é o maior mandamento e o mais importante. E o segundo mais importante é parecido com o primeiro: “Ame os outros como você ama a você mesmo.” Toda a Lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas se baseiam nesses dois mandamentos.
Oração: O mandamento mais importante
E o segundo mais importante é parecido com o primeiro.

Havia dezenas de mandamentos que deveriam ser seguidos rigidamente pelos judeus, mas daí, perguntaram a Jesus qual deles seria o mais importante. Jesus respondeu-lhes com os dois mandamentos mais significativos: Ame o Senhor e ame os outros.
À primeira vista, parece que Amar o Senhor, o mais importante mandamento, é coisa simples de cumprir. Estamos acostumados a bradar nosso amor por Jesus. Cantamos, inclusive, o quanto amamos nosso Deus. Então estaria tudo resolvido. Bastaria cumprir o primeiro mandamento. Por outro lado, o segundo mandamento mais importante, Amar os outros, é bem mais difícil e desafiador, deixemos então para cumpri-lo quando der.
Contudo, pensando bem, são dois mandamentos em um único, porque não é possível amar o Senhor, com o coração, a alma e a mente (ou seja, por inteiro), se não se é capaz de amar os outros. Sabemos que Deus se manifesta no próximo, pelos atos de bondade, pelo perdão. Então, para amarmos nosso Deus, por completo, é necessário que amemos também nosso próximo, com o coração, a alma e a mente.
Certamente esse tipo de raciocínio nos dá mais motivação para enfrentarmos o grande desafio de amar os outros. Para que isso aconteça, peçamos hoje a Jesus que Ele nos ajude a descobri-lo no próximo. Quando amamos verdadeiramente os outros, sentimos mais próxima a presença de Deus, que é amor, manifestada em todas as situações e ambientes que vivemos e frequentamos.

Marcelo Camargos - Lectionautas do Brasil

João Elias Fernandes
Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo