Destaques

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

As mensagens de Nossa Senhora das Graças para os tempos atuais


·       Nossa Senhora das Graças confiou a nós mensagens que permanecem atuais em nosso tempo
Em suas aparições, Nossa Senhora das Graças confiou-nos mensagens que se mantêm muito atuais, especialmente em nosso tempo, marcado pelas grandes desordens sociais e políticas. Por isso, vale a pena conhecer essas mensagens, que foram significativas naquele momento histórico, para o nosso conhecimento e, principalmente, para a nossa vivência da fé, pois, nessas mensagens de Nossa Senhora, aprendemos o equilíbrio perfeito de uma espiritualidade radicada e centrada em Jesus Cristo, ao mesmo tempo, profundamente mariana.

Como surgiu a devoção a Medalha Milagrosa
A devoção a Nossa Senhora das Graças e à Medalha Milagrosa teve início com as aparições da Virgem Maria à piedosa irmã Catarina Labouré.

É preciso superar e vencer os seus limites com garra e força

Compreenda e vença seus limites com fé e determinação
O bom treinador é aquele que sabe salientar a qualidade do atleta, sobretudo, sabe encaminhá-lo para a superação dos seus limites. Assim, não é possível falar de crescimento humano se antes não falarmos de reconhecimento dos nossos limites. O primeiro passo é reconhecer onde nós precisamos melhorar.
Lamentavelmente, as pessoas não estão preparadas para nos educar para a coragem. Muitas vezes, os incentivos que nos são dados estão mais voltados para esquecermos as nossas fragilidades. Não estamos preparados para encarar a fragilidade. Parece que a nossa educação está sempre voltada para nos revestir de uma coragem que nos faz esquecer o limite. E quando mostramos as nossas fragilidades, há uma série de repreensões.
É-preciso-superar-e-vencer-os-seus-limites-com-garra-e-força

Foto Ilustrativa: simonkr by Getty Images
Não seja frágil
Nós, humanos, temos uma dificuldade imensa de lidar com a fragilidade do outro – ainda que seja nosso filho. Nós

Como ser elegante sem ser vulgar

Temos a capacidade de escolhermos roupas que nos deixarão lindas, apresentáveis e elegantes em vez de sensuais e vulgares
Toda mulher gosta de receber elogios. É a força da palavra de afirmação que a motiva a ser uma pessoa melhor. Existem os elogios esperados, como aqueles após se arrumar para uma festa, depois de uma ida ao salão para um novo corte de cabelo, ao arrumar-se para um passeio ao shopping ou um encontro à noite ao cinema. O fato de arrumar-se para sair com os amigos, já ativa o desejo de ouvir: “Nossa, como você está linda!”; “Amei o seu look!”; “Wow, você arrasou nesse novo corte de cabelo!”; “Adorei as luzes que você fez!”; “Que cor de esmalte linda nas suas unhas!”; “Você é linda, mas hoje está ainda mais!”; e por aí vai. O mais frustrante, nesses momentos, é não escutar elogio nenhum; então, a sensação de que não está linda toma conta da sua imaginação. Algumas mulheres, no entanto, para chamar à atenção, tendem a escolher um estilo vulgar em vez de uma maneira modesta de se vestir.


Foto: Todor Tsvetkov by Getty Images
Mulheres, para atraírem a atenção das pessoas, não é preciso se descaracterizarem da sua identidade de filhas de

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

FRASE DE SÃO VICENTE DE PAULO

Resultado de imagem para IMAGEM de são vicente de paulo


-” Não sei quem é mais carente: se o pobre que pede pão ou o rico que pede amor”.

Ter orgasmo é sinônimo de realização sexual?


Deus quis que, no ato sublime de dar a vida a um novo ser humano, houvesse um intenso e indescritível prazer, ao qual chamamos de orgasmo
Na Encíclica “Evangelho da Vida”, Papa João Paulo II disse: “É uma ilusão pensar que se pode construir uma verdadeira cultura da vida humana se não (…) compreendemos nem vivemos a sexualidade, o amor e a existência inteira no seu significado verdadeiro e na sua íntima correlação” (n.97).

Foto: Jacob Ammentorp Lund
Amor conjugal e geração de filhos
A Igreja ensina que o único lugar adequado e licito para a vida sexual é o casamento, como expressão do amor conjugal e da geração dos filhos. Fora do casamento, a vivência sexual gera muitos problemas.
Antes de tudo, é preciso lembrar que o sexo é profunda expressão do amor conjugal. Se não houver a vivência desse amor, dificilmente haverá plena satisfação e harmonia sexual para ambos.

A falta de perdão impede a pessoa de ser feliz


A falta de perdão consegue prender a pessoa em si mesma, impedindo-a de realizar-se e ser feliz
Nós percebemos que, muitas vezes, os entraves que enfrentamos, na nossa vida, e os obstáculos que se colocam, no nosso caminho, deixam de ser removidos, porque têm, na sua origem, uma falta de perdão.

Foto: KatarzynaBialasiewicz by Getty Images
A falta de perdão consegue prender a pessoa em si mesma, impedindo-a de realizar-se e ser feliz, de entrar nos planos de Deus. Por isso é tão importante perdoar, começar uma vida nova.
Do outro lado da ponte
Um dia, pai e filho travaram uma tremenda discussão. Depois de terem sido amigos durante toda a vida e terem trabalhado longos anos juntos, agora se separavam por causa de um desentendimento. Foram anos de amor, zelo e

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Convém namorar por medo de ficar sozinho?

Muita gente namora por medo de ficar sozinho

Uns assim o fazem, porque simplesmente não conseguem passar um tempo sem uma companhia amorosa, vivem uma dependência de afeto. Outros lançam-se na primeira oportunidade de relacionamento devido à pressão cultural – família ou amigos que constantemente cobram, principalmente as mulheres –, que praticamente os obriga a ter um namorado.

Também há aqueles que, quando passam por um longo período sem nenhum affair, vão se deixando tomar pelo temor de se tornarem “solteiros para sempre”.

Como saber se vivo um namoro abusivo?

Você sabe o que é e como acontece um namoro abusivo?

O namoro é compreendido como um tempo em que os apaixonados se conhecem mutuamente, a fim de alcançar uma maior consciência de si e do outro antes de um compromisso definitivo. Muitas vezes, no entanto, essa paixão pode se transformar numa necessidade de controle e domínio sobre a outra pessoa. É aí que surgem os ciúmes doentios, as brigas intermináveis e, em casos extremos – mas não raros –, a violência física e psicológica.

LECTIO DIVINA: TERÇA-FEIRA DA SEMANA XXX DO TEMPO COMUM

Romanos 8, 18-25
Irmãos: Eu penso que os sofrimentos do tempo presente não têm comparação com a glória que se há de manifestar em nós. Na verdade, as criaturas esperam ansiosamente a revelação dos filhos de Deus. Elas estão sujeitas à vã situação do mundo, não por sua vontade, mas por vontade d’Aquele que as submeteu, com a esperança de que as mesmas criaturas sejam também libertadas da corrupção que escraviza, para receberem a gloriosa liberdade dos filhos de Deus. Sabemos que toda a criatura geme ainda agora e sofre as dores da maternidade. E não só ela, mas também nós, que possuímos as primícias do Espírito, gememos interiormente, esperando a adoção filial e a libertação do nosso corpo. É em esperança que estamos salvos, pois ver o que se espera não é esperança: quem espera o que já vê? Mas esperar o que não vemos é esperá-lo com perseverança.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

FRASE DE SÃO VICENTE DE PAULO

Resultado de imagem para IMAGEM de são vicente de paulo

– “É preciso que vós e eu tomemos a resolução de jamais faltar à oração diária. Digo: diária, minhas Filhas, mas se pudesse, diria: não a deixemos nunca”.

O perigo das falsas amizades e como lidar com elas

As falsas amizades são os maiores obstáculos para o crescimento espiritual
Assim como Deus nos dá amigos para nos conduzir à vida eterna e experimentarmos as realidades do céu, corremos o risco de nos deixar confundir pela falsidade, pelo erro das amizades que podem aparecer para nos desencaminhar da santidade e da verdade. Precisamos pedir o discernimento dos espíritos [cf. I Coríntios 12,10], a fim de analisar se as amizades são de Deus ou não.

Foto: AntonioGuillem by Getty Images
Podemos ter amigos que querem nosso bem e outros que querem o mal. Estes últimos são chamados de falsos amigos. As falsas amizades são as que se fundem em qualidades sensíveis ou frívolas: “Não persistais em viver como os pagãos, que andam à mercê de suas ideias frívolas” (cf. Efésios 4,17), que são uma espécie de

Entre a cruz e a espada: toda escolha implica uma renúncia


Fazer uma escolha nem sempre é uma tarefa fácil. Você tem escolhido bem?
Imagine que você se encontra diante de uma decisão importante, que pode mudar toda a sua vida. Alguém se aproxima e lhe diz: “Não há como fugir. Você precisa escolher. Terá de fazer sua opção”. Você se sente, então, entre a cruz e a espada. E as circunstâncias se agravam ainda mais se a sua decisão envolver outras pessoas. Em momentos assim, a escolha pode se tornar muito difícil, uma verdadeira arte. Seria muito bom se essas escolhas não comportassem certa carga de angústia. Mas escolher dói, causa inquietação, medo, insônia, porque significa também abrir mão de algo.
-Entre-a-cruz-e-a-espada-toda-escolha-implica-uma-renúncia

Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
Toda escolha implica também uma renúncia. Ao escolher uma estrada, você desiste de caminhar por todas as outras; assim como, ao escolher uma esposa ou um marido, você dispensa todos os outros possíveis candidatos. É a encruzilhada da vida. Mas é isso que torna linda a história, e que a faz única, irrepetível e merecedora do nosso amor, porque amamos não uma vida sem erros, mas uma vida de possibilidades e escolhas.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

LECTIO DIVINA: TERÇA-FEIRA DA SEMANA XXIX DO TEMPO COMUM

Romanos 5, 12.15b.17-19.20b-21
Irmãos: tal como por um só homem entrou o pecado no mundo e, pelo pecado, a morte, assim a morte atingiu todos os homens, uma vez que todos pecaram. Se pela falta de um só todos morreram, com muito mais razão a graça de Deus, aquela graça oferecida por meio de um só homem, Jesus Cristo, foi a todos concedida em abundância. De facto, se pela falta de um só e por meio de um só reinou a morte, com muito mais razão, por meio de um só, Jesus Cristo, hão de reinar na vida aqueles que recebem em abundância a graça e o dom da justiça. Portanto, como pela falta de um só veio a condenação para todos os homens, assim também pela obra de justiça de um só veio para todos os homens a justificação que dá a vida. De facto, tal como pela desobediência de um só homem todos se tornaram pecadores, assim também pela obediência de um só todos se hão de tornar justos. Onde aumentou o pecado, superabundou a graça. E deste modo, tal como o pecado reinou pela morte, assim também a graça reina pela justiça até à vida eterna, por Jesus Cristo, Senhor nosso.

Vicente de Paulo, Carta 0009: Felipe-Manuel de Gondi a São Vicente

15 de outubro de 1617

Recebi há dois dias que você me escreveu de Lyon, onde vejo a resolução que você tomou para fazer uma pequena viagem a Paris no final de novembro, o que estou muito contente de vê-lo nessa data e concederá minhas súplicas e ao conselho de todos os seus bons amigos o favor que eu espero de seu bem.

Não vou contar mais nada, já que você verá a carta que escrevi para minha esposa. Eu só imploro que considere que parece ser a vontade de Deus que, por seu meio, o pai e as crianças sejam bons homens .

Nada que apressa promete valer!

Por Jenifer Thais 

 “Os pensamentos do diligente tendem à abundância, mas os de todo apressado, tão-somente à pobreza.” Provérbios 21:5
Em nossa sociedade atual, os jovens são colocados à prova de fogo. É disseminado que aos vinte e tantos deve-se ter uma carreira profissional de sucesso, corpo de capa de revista, estabilidade financeira e um relacionamento bem sucedido. A pergunta chave que nos vem a mente seria: E a felicidade para onde vai? Estão ensinando a esses jovens a lidar com as dificuldades e frustações da vida?

TESTEMUNHO: É EM CADA DETALHE DEUS SE REVELA !

Por Jéssica Santos

O amor não é algo,o amor é alguém (João 4-8 )  O amor nunca falha (Coríntios 13) mais uma vez O AMOR ME EXPLICOU TUDO ! 16/10/2017( data que jamais irei esquecer) ! Eu quero gritar pra o mundo ouvir que ainda existe gente que sabe amar ! A alegria é gritante, o amor transbordou,minha fé cresceu . E se Deus for um de nós ?
ISACC é um homem sem lar, sem emprego, ha tantos anos é morador de rua ,pede dinheiro para sua sobrevivência ,muitas e muitas pessoas nem notam sua existência,mas o ISACC é um homem muito abençoado e humilde, cheio de amor para o com o próximo. DEUS O USA ! Mesmo sem receber ajuda de tantos que passa por ele , tantos que vira o rosto para não enxergar a necessidade dele, o ISACC nota a existência e a necessidade espiritual de todos ,com um olhar cheio de ternura tudo o que ele consegue falar para as pessoas : SEJA FELIZ, DEUS TE ABENÇOE !  

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

A estação das flores

Como é certo que colhemos o que plantamos, contemplar as flores nos encoraja a viver à espera do fruto
Quem já plantou uma semente e esperou os dias passarem para vê-la germinar, crescer e frutificar, certamente sabe dar mais valor a um campo florido. É que leva um tempo determinado para cada coisa acontecer também na natureza, e as flores são sinais de etapas superadas. Apontam um novo tempo, uma nova estação.
Como é certo que colhemos o que plantamos, contemplar as flores nos encoraja a viver à espera do fruto. A sábia natureza nos ensina que é preciso respeitar o processo de espera; o problema é que, muitas vezes, nos esquecemos disso e queremos colher, imediatamente, sem considerar o tempo certo para cada coisa.

Foto: Wesley Almeida / cancaonova.com
Seria cômico ver que alguém plantou uma semente de abacate e, no dia seguinte, já quisesse colher seus frutos. Pior ainda, se essa pessoa, ao não encontrar abacates, ficasse irritada e arrancasse a semente da terra, ignorando o processo necessário para o seu desenvolvimento.
O que diríamos de uma situação assim? Talvez a achemos estranha, mas, muitas vezes, é isso que acontece conosco. Queremos colher, no dia seguinte ou na mesma hora, o que ainda estamos plantando; e quando não acontece como esperávamos, ficamos irritados, destruímos a semente e desistimos dos sonhos.

Católico pode ir a motel?

O casal cristão não precisa de estripulias para viver uma vida sexual harmoniosa
Com os problemas do dia a dia, o corre-corre para dar conta do trabalho, dos filhos e do lar, muitas vezes os casais acabam se deixando um pouco de lado. É normal que muitos busquem maneiras de fazer com que o relacionamento saia da “rotina”; em certos casos, isso é bom. No entanto, é preciso que os casais católicos tenham certo “filtro”, tenham discernimento ao escolher uma maneira de alcançar o resultado que desejam.
Católico pode ir a Motel
Foto: DNY59, 15551432, iStock by getty images
Alguns preferem jantar fora, outros deixam os filhos um fim de semana com os avós e vão viajar ou ainda saem a sós, para um simples passeio. Enfim, existem muitas maneiras de fazer “algo diferente” com seu cônjuge. Cada casal deve buscar em sua realidade o que é melhor para os dois. Com isso, muitos se perguntam se casais católicos podem ir a motéis. Vou lhe dar minha opinião.
Sinceramente, não aconselharia um casal católico a ir a um motel. Podemos dizer que o motel, no Brasil, não é como nos EUA, por exemplo, um simples hotel de beira de estrada, onde as famílias pernoitam para continuar uma viagem. De modo diferente, embora muitos trabalhadores ainda utilizem o motel para pernoitar, sabemos também que a maioria de seus frequentadores usam desse espaço para a prática da fornicação ou para viver o adultério. Sabemos que ambas as práticas configuram pecados graves: “Não cometerás adultério” (Ex 20,14); ou como mostra o Catecismo da Igreja Católica (CIC):

Como conviver com os defeitos do outro no casamento?

O casamento é uma missão que exige maturidade, amor e dedicação sem fim
Para responder essa pergunta, é necessário entender bem o sentido profundo do casamento. A união do homem com a mulher, no matrimônio, tem dupla finalidade: o bem do casal e a geração e educação dos filhos. Deus mandou ao casal: “crescei e multiplicai” (Gen 1,26).
Essa dupla atividade exige muito esforço, luta e graça de Deus. A beleza do matrimônio está justamente em “fazer o outro crescer”, gerar e educar os filhos de Deus, os quais, um dia, vão habitar o céu. No céu, não haverá mais casamento nem nascerão mais crianças. Essa bela missão Deus confiou aos homens e mulheres nesta vida. Portanto, a grandeza sublime dessa dupla missão é que deve levar o casal a compreender sua imensa responsabilidade, tanto um em relação ao outro quanto em relação aos filhos. É isso que deve estar subjacente a todo sacrifício que a vida conjugal exige. É uma missão que exige disposição, maturidade, amor e dedicação sem fim.
Como-conviver-com-os-defeitos-do-outro-no-casamento
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
Missão do casamento
casamento não é uma curtição a dois, é uma missão. Não é uma vida só de prazeres e alegrias, mas também de luta, abnegação, renúncias e sacrifícios.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Oração de São Francisco de Assis

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Vicente de Pauol, Carta 0008: À Sra de Gondi


[Setembro ou outubro de 1617]
Vincent de Paul consola e encoraja a Sra. De Gondi, convidando-a a submeter-se à vontade de Deus .


LECTIO DIVINA: QUINTA-FEIRA DA SEMANA XXVIII DO TEMPO COMUM

Romanos 3, 21-30ª
Irmãos: Independentemente da Lei de Moisés, manifestou-se agora a justiça de Deus, de que dão testemunho a Lei e os Profetas; porque a justiça de Deus vem pela fé em Jesus Cristo, para todos e sobre todos os crentes. De facto não há distinção alguma, porque todos pecaram e estão privados da glória de Deus; e todos são justificados de maneira gratuita pela sua graça, em virtude da redenção realizada em Cristo Jesus, que Deus apresentou como vítima de propiciação, mediante a fé, pelo seu sangue. Assim Deus manifestava a sua justiça, tolerando as faltas outrora cometidas, no tempo da sua paciência. Ele quis manifestar a sua justiça no tempo presente, não só para ser justo, mas também para justificar aquele que vive da fé em Jesus. Onde está então o motivo para alguém se gloriar? Fica eliminado. Por que lei? Pela lei das obras? Não. Pela lei da fé. Na verdade, estamos convencidos de que o homem é justificado pela fé, sem as obras da Lei. Deus será somente Deus dos judeus? Não o será também dos gentios? Sim, Ele é também Deus dos gentios, porque há um só Deus.

Como lidar com ansiedade e ataques de pânico?

Quem nunca se deparou com uma situação de grande ansiedade, vivenciou ou presenciou uma crise de pânico?

Nos dias atuais, é cada vez mais comum ouvirmos que alguma pessoa é “ansiosa” e, não raras vezes, encontrou-se em um “ataque de pânico”. Frente a tais situações, é sempre recomendada ajuda médica e terapia especializadas para avaliar se há sinais de um transtorno de saúde instalado, como este pode ser tratado e quais as ferramentas necessárias para isso.

Janela de vitral

Vicente, meu irmão, meu pai Vicente, corro atrás de você durante séculos sem esperança de te alcançar. Você é o tempo meu herói, meu modelo. Homem de ação e oração, comando e humildade, organização e imaginação, neste momento e séculos vindouros, tudo em um. Titulo incansável da caridade, você não é velho: eu não imagino você jovem, mas também não está morto. Seus métodos, suas máximas não mostram uma única rugas. No Ocidente, em todo o mundo, seu nome recruta jovens todos os anos por milhares. Homem que anda, que manda com igual simplicidade às mulheres do que aos soldados, aos grandes e aos pobres. Camponês na corte do rei da França, todos os outros parecem ser novatos. Persistente na sua rota com a obstinação silenciosa dos navios antigos, que muitos fizeram! Sem ilusões sobre a condição humana,"Será que sempre haverá um pobre entre vocês ", disse o Senhor? - Motivo de mais candidatar-se ao trabalho sem descanso!

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

LECTIO DIVINA: S. LUCAS, EVANGELISTA

2 Timóteo 4, 10-17b 
Caríssimo: Demas abandonou-me por amor do mundo presente. Ele partiu para Tessalónica, Crescente para a Galácia e Tito para a Dalmácia. Só Lucas está comigo. Toma contigo Marcos e trá-lo na tua companhia, porque me é muito útil no ministério. Enviei Tíquico a Éfeso. Quando vieres, traz o manto que deixei em Tróade, em casa de Carpo, e também os livros, especialmente os pergaminhos. Alexandre, o caldeireiro, fez-me muito mal: o Senhor lhe retribuirá segundo as suas obras. Acautela-te dele, tu também, que ele opôs-se fortemente à nossa pregação. Na minha primeira defesa, ninguém esteve a meu lado: todos me abandonaram. Deus lhes perdoe. Mas o Senhor esteve a meu lado e deu-me força, para que, por meu intermédio, a mensagem do Evangelho fosse plenamente proclamada e todos os pagãos a ouvissem.

Vicente de Paulo, Carta 0007: Senhora de Gondi à São Vicente

[Setembro de 1617]
Senhor:

Tive motivos para temer perder o comparecimento, como sempre testemunhei com ele, já que eu realmente perdi. A angústia que eu tenho por esta razão seria insuportável sem uma extraordinária graça de Deus , que eu não mereço. Se fosse por algum tempo, não me desculpe; Mas quando considero todas as ocasiões em que eu preciso ser assistido, por direção e conselho, tanto na morte quanto na vida, minhas dores são renovadas. Julgue, então, se meu espírito e meu corpo durarão por muito tempo essas dores.

Quem sou eu?

O que em mim se derramou chama-se vida, e eu sou alguém, sou uma pessoa

Sinto uma sensação tão gostosa, um sopro suave, terno, meiguice envolvente e irresistível. Pareço a mim mesmo algo tão pequeno, não insignificante, mas minúsculo e, ao mesmo tempo, grande. Invade-me a sensação de que posso crescer, crescer, mesmo lentamente, e tornar-me um ser considerável em tamanho e porte.

Ah, esse sopro, que não sei de onde vem ou como chega até mim, tão delicado e sensível, magnificente, parece me transformar profundamente ou seria me formar intensamente? Pouco importam as palavras. Importa a força que invade e faz de mim uma existência, alimentada e alimentando-se de um nutriente doce, invisível e saboroso. Sinto-me inundado por uma luz repleta de nuances, enquanto sorvo vorazmente um néctar invisível, bebida vital e sublime. Onde estará o manancial, a fonte que me sustenta? Parece tão próximo e tão distante, generosa simultaneidade.

LECTIO DIVINA: A riqueza da leitura meditada e orante da Palavra de Deus

A leitura da Palavra de Deus deve ser meditada diariamente

Descrevemos, com curiosa naturalidade, nosso cotidiano como “corrido”, em uma rotina na qual não nos sobra muito tempo. Mas há uma preocupação em especial à qual devemos nos atentar: será que nossas orações diárias fazem parte da nossa rotina como qualquer outra tarefa?

Sabemos, com certeza, que a oração é importante para nos fortalecer diante dos desafios do dia a dia. É preciso entregar-se à Providência Divina, confortar o coração com as palavras de clamor e afastar as preocupações, entregando o futuro nas mãos de Deus. Mas não somos apenas nós que falamos com Deus, dirigindo a Ele nossas orações, também Ele fala conosco nas Sagradas Escrituras. A leitura meditada e orante da Palavra nos ajuda a nos entregarmos, de coração manso e humilde, a ouvir Deus falar conosco.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

LECTIO DIVINA: TERÇA-FEIRA DA SEMANA XXVIII DO TEMPO COMUM

Romanos 1, 16-25
Irmãos: Não me envergonho do Evangelho, que é a força de Deus para a salvação de todo o crente: do judeu primeiramente, mas também do não judeu. Porque no Evangelho se revela a justiça de Deus, que tem origem na fé e conduz à fé, como está escrito: ‘O justo viverá pela fé’. Na verdade, a ira de Deus manifesta-se do alto do Céu contra toda a impiedade e injustiça dos homens, que na sua injustiça abafam a verdade. De facto, o que se pode conhecer de Deus é manifesto para eles, porque Deus lho manifestou. Desde a criação do mundo, as perfeições invisíveis de Deus, o seu poder eterno e a sua divindade tornam-se, pelas suas obras, visíveis à inteligência. Deste modo, eles não têm desculpa, porque, conhecendo a Deus, não O glorificaram como Deus nem Lhe deram graças.

QUEM NUNCA?

Conteúdo enviado por Jenifer Thaís Lima

“Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza, auxílio sempre presente na adversidade.” Salmos 46:1
Algumas vezes, Cristo usa as pessoas para nos tocar de forma singular, seja através de amigos, um colega de trabalho, namorado (a), diversas são as formas e pessoas que ele usa. Recentemente, uma amiga me enviou uma canção que é sem dúvidas uma oração poderosa. O título da música nos trás uma reflexão linda: Quem nunca?
É importante perceber, que , nós, meros seres humanos e pecadores estamos sempre em um processo de transformação. A Fé é o pilar que nos sustenta e transforma de forma silenciosa nosso coração. Se buscamos a fé é porque estamos  pobres, famintos de algo que só através do Senhor saciaremos. Um dos trechos da música que mais me tocou dizia exatamente assim: