sábado, 15 de agosto de 2015

LECTIO DIVINA

Entre crianças (Mt 19,13-15)
Depois disso, algumas pessoas levaram as suas crianças para Jesus pôr as mãos sobre elas e orar, mas os discípulos repreenderam as pessoas que fizeram isso. Aí ele disse:
- Deixem que as crianças venham a mim e não proíbam que elas façam isso, pois o Reino do Céu é das pessoas que são como estas crianças.
Então Jesus pôs as mãos sobre elas e foi embora.

O trecho do evangelho que nos é apresentado hoje é singelo e de uma beleza ímpar. Contudo guarda um ensinamento profundo e que nos é tão difícil assimilar.
Sua singeleza e beleza podemos perceber ao imaginar esta cena. Há um número muito grande de quadros que colocam Jesus sorrindo entre as crianças.
Para mim, esta cena deve ter sido bem assim. Jesus sentindo profunda alegria de estar entre estes que são, na maioria das vezes, isentos de preconceitos e aptos a aceitar as novidades que lhe são apresentadas e, por causa disto, divertidos, alegres e possuidores de uma fé e esperança autênticas.
O ensinamento que entendo estar claro nestas palavras é o pedido de Jesus para que todos sejam levados até Ele. Não sejamos nós a escolher aqueles que são dignos ou não de encontrarem com Jesus.
Penso que temos uma dificuldade de compreender a universalidade da missão. Muitas vezes queremos tomar para nós o julgamento de quem é eleito por Deus. O que Jesus diz em relação às crianças deve nos levar a pensar em várias outras situações, nas quais podemos afastar pessoas por entender que elas não possuem o perfil para o Reino de Deus, porém erramos, já que muitas podem ser “como estas crianças”.
Senhor, nos acompanhe e esteja sempre nos lembrando que todos devem ser levados até você, ajude-nos a não deixar nosso coração se petrificar, julgando, condenando e afastando de você, aqueles que, como nós, precisam de sua benção, da imposição de suas mãos. Amém!
***
João Batista Pereira Ferreira - Lectionautas do Brasil 

João Elias Fernandes
Sou João, tenho 23 anos, estudante de engenharia de produção,
Jovem Mariano Vicentino. 
Caicoense, 
Moro em Campina Grande PB, onde estudo

Nenhum comentário:

Postar um comentário