sexta-feira, 3 de abril de 2015

Sexta-feira Santa

Cristo que foi condenado, flagelado e crucificado. Cristo que não abriu a boca para falar uma só palavra que não fosse a verdade. Por assumir sua verdade de Filho de Deus, e fazer a vontade do Pai foi morto.

Quanta dor, quanta tristeza ao ser abandonado, negado e traído, e sua resposta foi: “Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem.” Diante de tudo isso, a leitura que podemos fazer é que Cristo morreu por amor, simplesmente amor, para que pudéssemos participar da alegria eterna.

Somos convidados, também nós, filhos adotivos , a sermos como Cristo, numa atitude ativa de assumirmos a vontade de Deus para nossa vida, servindo aquele que nos criou, e em contrapartida, bebermos de toda misericórdia que vem de sua morte na cruz.

Que o sangue e a água que jorraram do lado aberto de Cristo quando crucificado nos dêem toda a graça necessária para assumirmos a vontade do Pai e todo amor e misericórdia para lembrarmos que pertencemos ao céu.

Madelin Carboni

Missionária da Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário