quarta-feira, 18 de março de 2015

Como se efetivar no emprego temporário

Serviços temporários podem ser a saída para quem não quer ficar parado
A procura por uma colocação no mercado de trabalho é ainda mais crescente no início de ano, época em que as pessoas estão dispostas a executar os planos pessoais e profissionais. As ofertas de trabalho nem sempre correspondem à demanda de procura, portanto, serviços temporários podem ser a saída para quem não quer ficar parado enquanto não aparece o emprego desejado.
como efetivar no trabalho temporário.
Segundo dados da Associação Brasileira do Trabalho Temporário, ASSERTEM, o comércio e a indústria são as principais empregadoras de temporários. Seja no fim de ano, seja na temporada de Páscoa ou nas férias, a chance de emprego com prazo determinado representa um dinheiro extra e também contratações futuras.
Para tentar uma oportunidade de se efetivar, especialistas em recrutamento e seleção recomendam pontualidade, dedicação, criatividade, trabalho com afinco e demonstração de interesse. Jamais encarar o trabalho como um “bico”, que não merece esforço ou tampouco compromisso. É preciso encontrar um ponto de sensatez nessa fase.
Na busca do ótimo, muitas vezes, esquece-se do essencial. Quem trabalha com vendas e precisa cumprir metas, por exemplo, um risco é se atrapalhar na corrida para o cumprimento das exigências e deixar de se preocupar com o que realmente importa, que é a conquista do cliente, a valorização do produto, entre outros. Ao querer se destacar ou se espelhar no colega veterano, é perigoso entrar numa competitividade desenfreada, perdendo a chance de mostrar o que de melhor poderia transmitir. Querer ser o último a sair, para deixar tudo em ordem, demonstrando ao chefe e aos colegas que está dando o seu máximo, pode também ser desvantajoso. O resultado é o sono e o cansaço que aparecerão no dia seguinte, impedindo um desempenho positivo.
A qualificação profissional, como sempre, ajuda a abrir novos caminhos. Estar matriculado em uma faculdade, num curso profissionalizante ou de línguas representa progresso e vontade de prosperar. Quem não quer um funcionário com esse perfil na sua equipe? Além também de ser sincero e falar da vontade de fazer parte daquele grupo. Com frequência, acreditamos que determinadas conversas são desnecessárias quando as ações sobressaem, porém expressar o desejo de ficar e crescer no emprego pode fazer a diferença.
Identificar os pontos fortes e fracos da nossa personalidade, além de autoconhecer-se, ajuda a transformar pequenas oportunidades em grandes chances. Pense nisso. Sucesso!

                                      Ioná Piva

Atualmente é professora dos cursos de Comunicação Social da Faculdade Canção Nova (Jornalismo e Rádio e Televisão). Mestranda do programa de pós graduação em Comunicação Social da Universidade Metodista, cuja linha de pesquisa é: Inovações Tecnológicas na Comunicação Contemporânea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário