sábado, 28 de fevereiro de 2015

O amor sem acepção

Mateus 5,43-48
Ouviste o que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; desse modo vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos Céus, porque ele faz nascer o seu sol igualmente sobre maus e bons e cair a chuva sobre justos e injustos. Com efeito, se amais aos que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem também os publicanos a mesma coisa? E se saudais apenas os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem também os gentios a mesma coisa? Portanto, deveis ser perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito.

O amor sem acepção
Para sermos filhos do Pai que está nos Ceús, precisamos buscar a imitação de sua perfeição. E sua perfeição está em doar-se em amor sem acepção de pessoas, fazendo com que seu sol e sua chuva se façam sobre justos e injustos. É encontrar-se sempre em postura receptiva, acolhedora, compreensiva e misericordiosa.
O amor não deve ser discriminador, mas sinal de nossa semelhança com o Pai. Portanto, é preciso que façamos nosso sol e nossa chuva estarem para todos, amigos e inimigos. Isso significa que devemos nos oferecer em compreensão e compaixão, especialmente àqueles que nos maltratam, nos perseguem e nos odeiam. No amor seremos reconhecidos como filhos de Deus, família de Jesus.
Penso no quão difícil é amar nossos inimigos. Mais fácil seria ignorá-los, ou devolvê-los o seu mal, diante da raiva e do rancor. Entretanto, Jesus pede-nos que estejamos em prontidão, de pé, ativos na prática da caridade. De fato, o Pai se oferece àqueles que ainda não vivem em seu agrado, ele não os ignora ou os maltrata, pois é puro amor, e o amor não pode ser ocioso ou vingativo.
Pensemos hoje na nossa forma de viver o amor. Temos sido solícitos a todos? Ou somos capazes de nos oferecer apenas àqueles que estão em nosso favor?
Marcelo H. Camargos. Acadêmico de medicina na UFMG. Membro da família Verbum Dei de Belo Horizonte-MG.
Fonte: Lectionautas

Nenhum comentário:

Postar um comentário