segunda-feira, 28 de novembro de 2016

REFLEXÃO DO DIA: Nunca é tarde para recomeçar!


Às vezes, é preciso parar e recomeçar, mas não recomeçar do nada

O dinamismo da mudança, de ser melhor a cada dia, nunca é tardio, pois faz das quedas um motivo de crescimento, de vida nova e aprendizado.

Você faz das situações de dificuldade um motivo de crescimento?

“Todas as pessoas, em todos os âmbitos da Igreja, que aproveitam as situações de crise e conflito, com humildade, vão amadurecer e crescer”, afirma Frei Raniero. Portanto, se você aproveita o seu erro como aprendizado para crescer e amadurecer, você não recomeça do nada, pois sabe que tem uma história que o faz melhor, que o lança para o novo, para o futuro. Por isso, há o ânimo de trazer no coração essa motivação.


A maioria das pessoas não sabe lidar com seus erros, pois o ser humano é colocado em uma ênfase: “A pessoa melhor é aquela que não erra, que é perfeita, autossuficiente, que pode e consegue tudo”. No entanto, a melhor pessoa é aquela que contempla a sua verdade no tocante às suas qualidades e a seus defeitos.

Por isso, recomece, mas não do início. Aprenda com os seus erros e seja um novo homem, uma nova mulher. Deus nos dá essa graça, mas é preciso olhar para nós mesmos com amor, como o Senhor nos olha. Peça que Deus converta o seu olhar de negativo e pessimista, para um olhar que vê o todo e contempla, em primeiro lugar, a graça d’Ele. E que o Senhor fortaleça o seu coração!

“Deus lhe diz: “Sede santo, como vosso Pai celeste é santo”. Sede santo, porque Eu sou santo”. É preciso recomeçar sempre, saber que eu quero iniciar o dia de amanhã melhor do que hoje e aprender com os erros de hoje para não errar amanhã. E contemplar as coisas que não fiz de bom hoje para fazê-las amanhã.

Não só erramos quando fazemos o mal, mas também ao deixarmos de fazer o bem quando poderíamos [fazê-lo].

Que Deus nos ajude a crescer e amadurecer com humildade diante das crises e dos conflitos.

Uma pessoa que não é otimista e motivada, ao olhar uma montanha de pedras, vê uma impossibilidade: “Eu não posso superar aquela barreira, aquela situação”. Já a pessoa diante de Deus, ao olhar a mesma montanha, diz: “Eu posso construir uma escada e superar essa montanha, essa situação”.

Que Deus possa motivar o seu coração a fazer essa experiência cada vez mais.

Padre Eliano Luiz Gonçalves, SJS

Nenhum comentário:

Postar um comentário